Plano da FGV rejeitado integralmente pelos professores da rede municipal de Barueri

16 de outubro de 2015 at 1:33 am Deixe um comentário

Fonte: Jornal da Rede – Siproem

O Plano de Carreira elaborado pela Fundação Getulio Vargas ( FGV ), encomendado pela Prefeitura Municipal de Barueri tem a finalidade de atender o Plano Nacional de Educação ( PNE ). A prefeitura contratou a FGV, a mesma fundação que elaborou o plano de carreira de outras cidades que serviu apenas para prejudicar a categoria. Foi necessário muita luta e trabalho para convencer as prefeiturasda necessidade de mudar os planos de carreira , pois o que apresentado pela FGV não foi bom nem para a administração.

O prefeito Gil Arantes pagou uma fortuna por um plano que o Sindicato faria de graça. O SIPROEM – Sindicato dos Professores das Escolas Municipais de Barueri e Região Filiado a Intersindical Central da Classe Trabalhadora propôs um plano alternativo que deveria. pelo menos ser levado em consideração pela FGV. Porém as propostas, principalmente sobre a evolução funcional foram ignoradas pela FGV.

A história de plenárias para discutir o plano de carreira é um artifício utilizado pela fundação para se eximir dos transtornos que virão e justificar o valor cobrado pelo “ desserviço”  prestado para a municipalidade e aos professores. Na verdade tudo que foi feito até agora pela FGV não traduz os anseios dos professores, que buscam garantir seus direitos e elevar a qualidade do ensino no município que está jogado às traças. O prefeito de Barueri contratou a FGV a peso de ouro com a missão de elaborar um documento que sirva somente aos interesses da administração. Nos municipios em que essa empresa atuou houve achatamento salarial, sucateamento das escolas , não houve evolução profissional e, pior, aumento do assédio moral. Se o assédio moral já é uma realidade em nossas escolas, imaginem como será depois de aprovada a Lei. por tudo isso, devemos ejeitar integralmente esse plano de carreira.

O fato é que a FGV depois de receber seu dinheiro vai embora, deixando para trás todos os problemas que o seu “trabalho” acarretará à categoria. O SIPROEM sequer é recebido pelo prefeito, daí a dificuldade de expor o ponto de vista do sindicato. Devido à intransigência da administração teremos que ir às ruas e dizer NÃO a esse governo que tenta através dessa lei tomar para si o destino de nossas vidas. Da forma como está posto não haverá progressão para a maioria dos professores e aumento de salários , pode esquecer! Se hoje o prefeito Gil Arantes não repõe sequer a inflação, como será com o plano de carreira em vigor?

Dia 15 de Outubro – DIA DOS PROFESSORES SERÁ NA RUA!

O SIPROEM – Sindicato dos Professores das Escolas Municipais de Barueri e Região Filiado a Intersindical Central da Classe Trabalhadora    realizou no dia 15 de Outubro um ato assembléia em frente a prefeitura para comemorar o dia dos professores e professoras e também para protestar  contra a administração do prefeito Gil Arantes do DEM pelo descaso  na educação da cidade de Barueri.

Contou com a presença dos professores e professoras e com o grupo de jovens ARTE NA LATA que se apresentou com sua arte na lata  e depois o presidente do Siproem Ademir Segura iniciou a assembléia falando do plano de carreira e de como a administração do prefeito trata a educação na cidade de Barueri. Após várias falas da direção do Siproem e dos professores presentes, os professores sairam em caminhada pelo Centro de Barueri  para denunciar o prefeito para a população de como anda a educação na cidade e terminando com votação dos professores de realizar outras lutas na cidade.

Veja fotos do Ato – Por Carlos Roberto Kaká

Anúncios

Entry filed under: Educação. Tags: .

Fechar escolas. Como assim? Professoas e Professores da rede Municipal de Osasco aprovam a RATIFICAÇÃO DE FUNDAÇÃO DO SINPEMOR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: