Após três meses, pais de estudantes mortos protestam no México por justiça

3 de janeiro de 2015 at 6:57 pm Deixe um comentário

alunos_mexico_desaparecidos_reprodução

Reprodução

"Suas armas assassinaram meus irmãos. Queremos os 43 vivos", exigiram os familiares durante a marcha

Da Redação Brasil de Fato

O desaparecimento dos 43 estudantes de Ayotzinapa, estado de Guerrero, no México completou três meses no dia (26) e, para exigir respostas, uma manifestação foi realizada na cidade de Iguala. Cerca de mil pessoas participaram da mobilização, entre elas, os familiares dos desaparecidos.

"Suas armas assassinaram meus irmãos. Queremos os 43 vivos", exigiram os familiares durante a marcha. Também participaram os estudantes da Normal de Ayotzinapa e professores da Coordenadoria Estadual de Trabalhadores da Educação de Guerrero (Ceteg).

Novamente, os manifestantes pediram a saída do presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, e do governador de Guerrero, Rogelio Ortega, que assumiu o cargo no final de outubro depois que Ángel Aguirre renunciou pressionado pelos protestos.

O caso

Em 26 de setembro, em torno de cem estudantes da Escola Rural Raúl Isidro Burgos, em Ayotzinapa, rumaram ao centro da cidade de Iguala. Na ocasião, María Ángeles Pineda, esposa do ex-prefeito de Iguala, José Luis Abarca, realizava um comício como parte de sua candidatura à Prefeitura.

Os estudantes apareceram no ato a fim de arrecadar fundos para uma manifestação por melhorias na educação, mas foram reprimidos pela polícia. O procurador-geral da República, Jesús Murillo Karam, declarou, em coletiva de imprensa, que houve ordem direta do ex-prefeito à polícia para reprimir os estudantes. 

Segundo as últimas informações divulgadas, mais de 400 tiros teriam sido disparados contra os estudantes. Seis morreram na hora. Um dos estudantes teve sua pele e olhos arrancados, ainda vivo. Vários conseguiram escapar, mas 43 desapareceram.

Nestes três meses, mas de 70 pessoas foram acusadas de envolvimento no caso. À medida que começaram as investigações, foram encontradas em torno de 40 valas com restos humanos. No entanto, peritos argentinos afirmam que nenhum dos restos pertence aos estudantes e o caso ainda continua em aberto.

*Com informações da Agência EFE.

Anúncios

Entry filed under: Internacional. Tags: , .

1º GRANDE ATO CONRA A TARIFA O fim da televisão como a conhecemos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • Guilherme Boulos | Precisamos falar de justiça tributária
    Artigo publicado originalmente no site do IREE Vivemos um momento de encruzilhada. Acredito que não podemos mais fugir ou empurrar nossos problemas pra frente. A política de ajuste de Temer é a mesma que fracassa a olhos nus e se refugia no “socorro” do FMI na Argentina de Macri. É preciso apontar os problemas estruturais do […]
  • Nota pública: o Brasil diz não a Temer
    Na última semana o governo Temer completou dois anos de ataques à democracia, à soberania e aos direitos sociais. Sua agenda de retrocessos tem como alvos imediatos os direitos trabalhistas e previdenciários, o patrimônio nacional, a legislação ambiental e a capacidade de atuação do Estado, cuja soma coloca em questão os direitos da pessoa humana, […] […]
  • Projeto do PSOL na Alesp proíbe descarte de resíduos tóxicos na natureza
    A bancada do PSOL na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), composta por Carlos Giannazi, João Paulo Rillo e Raul Marcelo, apresentou nesta quarta-feira (23) projeto de lei que proíbe o descarte de resíduos tóxicos na natureza em território do Estado de São Paulo. A ideia da elaboração desta proposta de lei partiu de um […]
  • Executiva Estadual do PSOL SP aprova entrada do deputado João Paulo Rillo
    A Executiva Estadual do PSOL SP reunida neste sábado, 24.03, na sede do partido aprovou por 13 votos a 1, a entrada do Deputado Estadual João Paulo Rillo no PSOL. Nas redes sociais o deputado Rillo se manifestou em publicação com título Um Novo Caminho, no qual apresenta as razões da saída e um pouco das […]
  • Grande Ato em memória de Marielle Franco nesta terça 20.03 às 17h no Masp
    Marielle vive! Convidamos todas e todos, lutadoras e lutadores para um ato político, cultural e ecumênico na próxima terça, dia 20 de março, no vão livre do MASP – Av.Paulista, a partir das 17h. Será um dia de mobilizações nacionais, para transformar nossa dor e indignação em luta. Não podemos tolerar mais tanta violência. O […]

%d blogueiros gostam disto: