Militância de São Paulo participa do IV Congresso Estadual e reelege Paulo Bufalo como presidente do PSOL-SP

21 de outubro de 2013 at 10:48 pm Deixe um comentário

Congresso Estadual SP

Plenária do IV Congresso Estadual do PSOL-SP / Foto: Mandato do vereador Paulo Bufalo

Desafio da nova gestão é a política interna de finanças
Neste domingo (20) o PSOL de São Paulo promoveu o seu IV Congresso Estadual, com a presença de 410 delegados, representando 170 municípios do interior, litoral, capital e a Grande São Paulo. Entre as deliberações do congresso se destaca a reeleição do vereador Paulo Bufalo como presidente do partido no Estado.
“Reunir esses militantes no IV Congresso e atualizar o conteúdo programático do partido é uma forma de prepará-los para ouvir as ruas, o que vem das mobilizações sociais e sobre o processo eleitoral de 2014”, destaca o presidente. Para Bufalo, o partido tem novos desafios, como implementar a política de finanças na militância.
O IV Congresso Estadual aprovou 15 resoluções dos setoriais de educação, saúde, mulheres, negros e negras, sindical, direitos humanos, entre outros, além da conjuntura e balanço do governo federal, eleições 2014 e política de alianças. A necessidade de o PSOL ter candidatura própria para o governo do Estado foi uma das defesas mais presentes nas intervenções dos militantes durante o Congresso Estadual, segundo explicou o presidente reeleito.
O encontro contou com a presença do presidente nacional do PSOL, deputado federal Ivan Valente (SP), deputado estadual, Carlos Gianazzi e do mais recente filiado, professor de filosofia da Universidade de São Paulo, Vladimir Safatle.
As resoluções de São Paulo, assim como de outros estados, serão apresentadas durante o IV Congresso Nacional do PSOL, que ocorre de 29 de novembro a 1º de dezembro, em Brasília.
Desafios
Um dos principais desafios para o próximo período do PSOL-SP, na organização interna, apontados por Paulo Bufalo é implementar a política de finanças. “O partido depende de contribuição militante, por isso é essencial organizar essa situação”, afirma.
Entre outras medidas, o PSOL-SP pretende ampliar a presença da direção no interior do estado para criar uma relação direta com a base; contribuir no enfrentamento de questões políticas peculiares dos municípios e no combate a corrupção.
“Para a política externa, vamos reafirmar nossa posição contra as privatizações da saúde e educação que vem ocorrendo no estado, buscar identidade com os movimentos e apoiar a realização da reforma política”, explica.
No balanço de sua gestão (2011/2013), Paulo Bufalo diz que o partido cresceu no estado. “Estamos ocupando mais espaços institucionais e nos movimentos sociais, por termos consolidado a organização interna. O partido deu um salto na questão da organização nos municípios, mas precisamos avançar mais e trazer outros lutadores sociais para o PSOL”, avalia.

Fonte: Mandato do vereador Paulo Bufalo

Anúncios

Entry filed under: Psol. Tags: .

Exposição “João Zinclar, A Imagem Militante”, no MIS em Campinas A maior privatização da História do Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: