Todos(as) na luta contra o projeto de terceirização, que tira direitos já garantidos

8 de agosto de 2013 at 5:44 pm Deixe um comentário

Postado Químicos Unificados / Intersindical

Um projeto de lei está prestes a permitir a terceirização sem nenhuma restrição e, assim, piorar em muito as condições de trabalho no Brasil. É esta a proposta do Projeto de Lei (PL) 4330/04 que deve ser votado na Comissão de Constituição Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara de Deputados no próximo dia 14. Para pressionar os parlamentares a enterrar de uma vez por todas este projeto, o Sindicato Químicos Unificados estará em Brasília junto com Intersindical e demais centrais para acompanhar a votação da CCJC.

Ato em São Paulo

WEB-interna-Foto03231

No dia 6 (terça-feira), o Unificados e a Intersindical (foto acima) participaram de um ato conjunto entre entidades de trabalhadores contra este projeto de lei, em frente à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). São os patrões os principais interessados neste projeto que precariza as condições de trabalho.

O Unificados e a Intersindical convocam todos(as) trabalhadores(as) a aderirem à luta, nas ruas e pressionando os parlamentares da CCJC por e-mail, contra este projeto que legaliza a terceirização.

Motivos para combater o projeto
de lei da terceirização 4330/04

Em defesa do emprego: Este projeto retira os limites existentes à terceirização, permitindo que ela possa ocorrer até mesmo na atividade fim da empresa como, por exemplo, na produção. Isso significa que postos de trabalham possa ser terceirizados.

Contra o emprego precário: Estudos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) comprovam que, em comparação com os contratados diretos, o trabalhador terceirizado permanece menos tempo no emprego (2,6 anos a menos), tem jornada de três horas a mais, recebe 27% a menos e sofre mais acidentes. Além disso, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os terceirizados recebem em média 54% do salário de um contratado direto.

Contra a quarteirização: Este projeto permitirá que uma empresa terceirizada possa contratar outra empresa. Será a quarteirização, com exploração quadriplicada.

Direitos fragilizados: Atualmente, se uma empresa terceirizada vai à falência ou age em desacordo às leis trabalhistas, a empresa tomadora de serviços é responsabilizada pelas dívidas com os trabalhadores. O projeto de lei em questão retira esta responsabilidade solidária. Ou seja: os trabalhadores ficarão totalmente desprotegidos.

Fragmentação da luta: Ao permitir que a terceirização seja adotada em todos os setores das empresas, este projeto de lei acaba com a unidade da luta. Ela será uma fábrica sem nenhum trabalhador do quadro próprio. A presença de diversas empresas terceirizadas em todas as funções tornará os trabalhadores com origens em empregadores diferentes, o que impedirá a possibilidade de luta conjunta. É uma interferência na relação com os trabalhadores e com as entidades sindicais.

Sua entrada nesta luta
é de muita importância

Em defesa do emprego direto e dos direitos conquistados participe da luta contra a terceirização. Você pode cobrar os 21 deputados federais por São Paulo, que integram a CCJC, a votarem contra o PL 4330/04. Utilize a relação de e-mails que está abaixo deste quadro com a foto, nome e partido de cada deputado. Converse com seus companheiros e convide-os a também pressionar os deputados. Sem mobilização e pressão, os deputados irão se submeter aos interesses dos patrões.

Os deputados federais por São Paulo
que irão votar no projeto de terceirização

quadro-final-dep-vot-na-terc 

E-mail dos deputados

Use o link na sequência do nome do deputado para enviar seu e-mail. Se possível, com cópia para o e-mail do Unificados, que é: quimicosunificados@quimicosunificados.com.br

01) Alexandre Leite (DEM/SP): dep.alexandreleite@camara.leg.br

02) Antônio Bulhões (PRB/SP): dep.antoniobulhoes@camara.leg.br
03) Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP): dep.arnaldofariadesa@camara.leg.br
04) Beto Mansur (PP/SP): dep.betomansur@camara.leg.br

05) Cândido Vaccarezza (PT/SP): dep.candidovaccarezza@camara.leg.br

06) Carlos Sampaio (PSDB/SP): dep.carlossampaio@camara.leg.br

07) Delegado Protógenes (PCdoB/SP): dep.delegadoprotogenes@camara.leg.br

08) Eli Correa Filho (DEM/SP): dep.elicorreafilho@camara.leg.br

09) João Dado (PDT/SP): dep.joaodado@camara.leg.br

10) João Paulo Cunha (PT/SP): dep.joaopaulocunha@camara.leg.br

11) José Genoíno (PT/SP): dep.josegenoino@camara.leg.br

12) José Mentor (PT/SP): dep.josementor@camara.leg.br

13) Luíza Erundina (PSB/SP): dep.luizaerundina@camara.leg.br

14) Márcio Franca (PSB/SP): dep.marciofranca@camara.leg.br

15) Paulo Maluf (PP/SP): dep.paulomaluf@camara.leg.br

16) Paulo Teixeira (PT/SP): dep.pauloteixeira@camara.leg.br

17) Ricardo Berzoini (PT/SP): dep.ricardoberzoini@camara.leg.br

18) Ricardo Trípoli (PSDB/SP): dep.ricardotripoli@camara.leg.br

19) Roberto Freire (PPS/SP): dep.robertofreire@camara.leg.br

20) Vicente Cândido (PT/SP): dep.vicentecandido@camara.leg.br

21) William Dib (PSDB/SP): dep.williamdib@camara.leg.br

Anúncios

Entry filed under: Movimento Sindical. Tags: , .

A borracha cega mas não cala: Entrevista com o fotógrafo Sérgio Silva Todos ao ato do dia 14/8 na luta por um transporte público!no Vale do Anhangabaú

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: