Fortalecer as lutas contra a terceirização e precarização

3 de agosto de 2013 at 10:36 am Deixe um comentário

31 de julho
Índio – Coordenação INTERSINDICAL

Fortalecer as lutas contra a terceiriza__o e precariza__o

Os trabalhadores devem intensificar as mobilizações para derrotar os projetos de terceirização que tramitam no Congresso. O PL 4330 que tramita na CCJ da Câmara dos Deputados pode ser votado no próximo dia 13 ou 14 de agosto. Até lá, temos de reforçar as mobilizações no dia 06 para deixar claro aos patrões, governo e parlamentares: se aprovarem o PL da precarização, o Brasil vai parar. Além de paralisar as atividades, devemos realizar manifestações em frente às entidades patronais contra esse projeto que visa quebrar a espinha dorsal dos direitos trabalhistas no Brasil.

Já nos dias 13 e 14 de agosto, temos de organizar caravanas ao Congresso para pressionar os parlamentares da CCJ. Além disso, é muito importante que os trabalhadores e suas entidades enviem emails ou telefonem aos parlamentares exigindo que não votem esse projeto nocivo aos interesses dos trabalhadores e da maioria do povo brasileiro. Se os parlamentares não deixarem claro sua posição contrária ao PL, devemos realizar grandes manifestações em frente a casa destes parlamentares para denunciar seu compromisso com os patrões e seu descaso para com os direitos dos trabalhadores.

Além do PL 4330 que tramita na Câmara, outro projeto muito semelhante foi protocolado na CCJ do Senado pelo ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria Senador Armando Monteiro (PTB/PE). O PLS 87/10, do senado federal, prevê, no geral, os mesmos ataques aos direitos dos trabalhadores através da generalização da terceirização para todas as atividades, no setor público e privado.

INTERSINDICAL não aceitará retrocessos

No último mês, foi estabelecida uma mesa de negociação quadripartite, envolvendo quatro centrais sindicais, patrões, governo e congresso para negociarem os termos de uma possível regulamentação da terceirização no Brasil.

E existe risco de alguns setores do movimento aceitar negociar pontos de interesse dos empresários e governos no projeto. Para a INTERSINDICAL, não se pode aceitar nenhum recuo nesta matéria. Os trabalhadores e suas entidades devem pressionar para rechaçar qualquer possibilidade de permitir a terceirização nas atividades-fins. Além disso, devemos rechaçar a possibilidade de acabar com a responsabilidade solidária das empresas contratantes de firmas terceirizadas, ou permitir a fragmentação, ainda maior, das categorias e ramos por meio da precarização do contrato de trabalho de milhões e milhões de trabalhadores.

A luta contra a terceirização e a precarização do trabalho é um dos principais pontos da luta unitária que devemos ampliar neste mês, culminando com uma grande jornada unificada no dia 30 de agosto. Derrotar a terceirização é uma bandeira fundamental desta jornada, pois de nada adiantaria obter algum avanço na pauta se, de outro lado, patrões e governos aprovarem a ampliação da terceirização. É por isso que os setores patronais fazem pressão total sobre o governo e sobre o parlamento, pois sabem a importância da precarização do trabalho como forma de ampliar seus já altíssimos lucros.

Greve Geral

Os trabalhadores devem se conscientizar do risco que corremos com esses projetos de terceirização. Para derrotar esses projetos e avançar em novas conquistas, como o fim do fator previdenciário, a redução da jornada, a reforma agrária e urbana e a luta por investimentos vigorosos em políticas sociais como saúde, educação e transportes públicos, a INTERSINDICAL entende que devemos debater, a partir dos locais de trabalho, a necessidade de construir uma Greve Geral para derrotar a precarização do trabalho e dos serviços públicos. Até que isso aconteça, vamos jogar todo o peso na construção do Dia Nacional de Lutas do dia 30 de agosto, em conjunto com os demais setores do movimento sindical.

Mas que fique claro: é preciso uma Greve Geral contra o capital e a política econômica para levar ao atendimento das reivindicações dos trabalhadores e da juventude, particularmente acabando com a precarização do trabalho e a precarização dos serviços públicos. Sem mudar a política econômica e deixar de transferir bilhões e bilhões para os cofres dos bancos e das multinacionais não será possível atender ao clamor que vem das ruas e dos locais de trabalho.

Calendário:

Dia 06/08: paralisações e manifestações nas entidades patronais

Dia 13/08: atividades na Câmara para pressionar deputados da CCJ

Dia 30/08: Dia Nacional de Lutas Unificado

Anúncios

Entry filed under: Artigo. Tags: .

Tucanoduto: Escancarado esquema de corrupção tucana no Metrô de São Paulo Onde está Amarildo? Onde estão os “desaparecidos”?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: