Todos/as no Dia Nacional de Lutas com greves e mobilizações

29 de junho de 2013 at 2:23 pm Deixe um comentário

28 de junho de 2013
INTERSINDICAL

Banner 1

A INTERSINDICAL orienta seus sindicatos, dirigentes e militantes a se engajarem firmemente na construção do dia 11 de julho, Dia Nacional de Lutas com Greves e Mobilizações, juntamente com as outras centrais sindicais. O formato e a construção dessa luta ainda serão definidos nos próximos dias. Defendemos jogar todo o peso nas paralisações do setor privado e público, com mobilizações no campo e na cidade, parando a produção e a circulação de mercadorias.

Desde que as mobilizações alavancadas pela juventude ganharam as ruas ficou patente a necessidade de os trabalhadores e trabalhadoras se somarem na luta. Para fortalecer as reivindicações da juventude e dos que vivem do trabalho, e impedir o sequestro da pauta pela direita, é necessário que os trabalhadores e a juventude entrem em cena de forma unitária.

Em vários fóruns, como na importante plenária chamada pelo MST em São Paulo, no dia 21/06, que reuniu cerca de 80 organizações populares e mais de 300 dirigentes, a INTERSINDICAL salientou a importância da construção unitária de uma greve geral contra o capital e as políticas dos governos contrárias aos interesses populares. A unidade dos mais amplos setores organizados em torno de uma pauta com eixos comuns é fundamental neste momento.

A luta pelo direito à cidade e o passe livre e o amplo apoio de massas pela redução das tarifas e melhoria no transporte coletivo foi o primeiro grande passo para que a maioria do povo brasileiro seja ouvida e respeitada em seus direitos.

E o dia 11 de julho deve se configurar em outro grande momento para colocar no centro do debate as bandeiras que expressam as reais necessidades da juventude e das classes trabalhadoras.

A luta por investimentos massivos na saúde, educação e transporte públicos, o repúdio a precarização do trabalho expressa no PL 4330 da terceirização, o fim do fator previdenciário, o fim das privatizações, particularmente dos leilões do petróleo, as Reformas Agrária e Urbana e a redução da jornada de trabalho expressam, em linhas gerais, essas necessidades.

Não à precarização do trabalho. Não ao PL 4330!

Que o movimento que vem das ruas e o próprio dia de luta marcado sejam recados claros aos deputados da CCJ da Câmara Federal não vote o PL 4330. Esse Projeto de Lei visa quebrar a espinha dorsal dos direitos trabalhistas no Brasil, ampliando a precarização do trabalho, em todos os setores. É preciso rechaçar esse projeto e avançar num modelo que garanta emprego, salários e direitos para todos os que vivem do trabalho. O fim do fator previdenciário e a melhoria das aposentadorias também é uma necessidade premente.

Nos próximos dias, será necessário construir a mobilização e as paralisações nos mais diversos locais de trabalho. Com as recentes manifestações, muitos trabalhadores viram seus filhos saírem às ruas para exigir mudanças profundas na realidade brasileira. É chegada a hora de os trabalhadores e trabalhadoras cruzarem os braços e se juntar aos setores populares em grandes manifestações em defesa das reivindicações populares.

Todos/as em unidade de ação e paralisação no dia 11 de julho!

São Paulo, 27 de junho de 2013-06-28

INTERSINDICAL – Coordenação Nacional

Anúncios

Entry filed under: Convocação de Atos, Movimento Sindical. Tags: .

Como construir e participar do Dia Nacional de Lutas com greves e mobilizações Argentinos fazem piada com a mídia brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: