Excluídos se manifestam nas ruas no 7 de Setembro – Dia da Independência

8 de setembro de 2012 at 10:22 pm Deixe um comentário

Intersindical e Unificados presente nos atos em Campinas e na praça da Sé, em SP

Cps-interna-fecha

Grito dos Excluídos na avenida Francisco Glicério, em Campinas (foto: João Zinclar)

Grandes manifestações públicas foram realizadas no dia 7 de Setembro, nas capitais de estados e nas principais cidades brasileiras, por sindicalistas, centrais sindicais, e integrantes de movimentos sociais e populares de esquerda, marcando o Grito dos Excluídos 2012, sob o lema comum “Queremos um Estado a serviço da Nação, que garanta direitos a toda população!”.

O Sindicato Químicos Unificados e a Intersindical participaram dos atos em Campinas e em São Paulo. Em Campinas houve uma marcha pela avenida Francisco Glicério, do largo do Pará ao largo do Rosário. Em São Paulo, após concentração na praça da Sé, foi realizada caminhada até o parque Independência, onde houve apresentação de teatro popular e ato político.

Campinas-interna-1

Unificados na avenida Francisco Glicério, em Campinas (foto: João Zinclar)

SP-interna-Sé

Concentração do Grito dos Excluídos na praça da Sé, em São Paulo

A razão do Grito

A saúde e a educação pública no Brasil estão deficientes a tal ponto que é impossível afirmar que são “direitos de todos”, além da falta de políticas para a reforma agrária e de programas habitacionais.

A precarização do trabalho aumenta, com ataques diretos e constantes aos direitos da classe trabalhadora. O número de vítimas de doenças do trabalho aumenta junto com o crescimento dos lucros dos patrões, inclusive os do agronegócio que exploram o homem e o meio ambiente.

Enquanto isso, os governos cortam verbas das áreas sociais e sucateiam os serviços básicos e os movimentos sociais, populares e sindicais são vítimas de criminalização quando reivindicam direitos básicos.

O quê é o Grito

O Grito se define como um conjunto de manifestações realizadas no Dia da Pátria, 7 de setembro, tentando chamar à atenção da sociedade para as condições de crescente exclusão social na sociedade brasileira.

Não é um movimento nem uma campanha, mas um espaço de participação livre e popular, em que os próprios excluídos, junto com os movimentos e entidades que os defendem, trazem à luz o protesto oculto nos esconderijos da sociedade e, ao mesmo tempo, o anseio por mudanças.

 

Mais imagens

WEB-destaque1

Unificados e Intersindical na marcha do Grito dos Excluídos, na avenida Francisco Glicério, em Campinas (foto: João Zinclar)

SP-interna-caminhão-300x198

Caminhada entre a praça da Sé e o largo da Independência, em São Paulo

Cps-interna-2-300x213 (1)

Sob a bandeira, crianças se protegem do sol, na avenida Francisco Glicério, em Campinas (foto: João Zinclar)

SP-interna-abre-300x198

Caminhada chega ao largo da Independência, junto ao Museu do Ipiranga, em São Paulo

Sp-interna-Ipiranga-300x187 (1)

Manifestante da CMP em torno de monumento no Ibirapuera.

Anúncios

Entry filed under: Política. Tags: .

Castilho faz a diferença no debate da TV Cidade e defende o Bilhete Único, a Saúde e os Servidores Públicos Castilho e candidatos a vereadores fazem corpo a corpo na feira da Helena Maria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: