Esculacho na Bahia denuncia assassino de Lamarca

19 de maio de 2012 at 12:15 pm Deixe um comentário

142-300x225No dia (14/05), cerca de 150 jovens de Feira de Santana, Cruz das Almas e Salvador (BA), organizados no Levante Popular da Juventude, realizam um ato em defesa da Comissão Nacional da Verdade, que pretende apurar as mortes, torturas e desaparecimentos cometidos pela ditadura civil-militar.

Na capital baiana, a juventude sai às ruas para fazer um esculacho contra o torturador Dalmar Caribé, cabo do Exército na ditadura, e foi responsável pelos assassinatos dos lutadores populares Carlos Lamarca e Zequinha Barreto. Na repressão, ele utilizava dos ensinamentos do karatê para torturar os presos políticos.

Os jovens seguem em direção à Associação Cultural e Esportiva Braskem (ACEB), localizada no bairro do Costa Azul. No local, funciona a Associação de Karatê da Bahia (ASKABA), entidade fundada em 23 de novembro de 1967, pela família Caribé (Denilson Caribé de Castro e Dalmar Caribé de Castro).

torturador_karateca (1)

Quem é?

Dalmar Caribé de Castro foi cabo do Exército e responsável por sessões de tortura no Quartel do Barbalho, ponto importante da repressão durante a ditadura civil-militar em Salvador (BA), no início dos anos de 1970. Relatos de ex-presos políticos apontam que Dalmar Caribé, junto com seu irmão Denílson Caribé (já falecido), utilizavam golpes de karatê para torturar os militantes políticos. Dalmar foi campeão estadual dessa arte marcial.

Entre os torturados por Caribé estão Theodomiro Romeiro, militante do Partido Comunista Revolucionário Brasileiro. Theodomiro foi o primeiro brasileiro condenado à morte na era republicana, por um tribunal militar, pena essa comutada para prisão perpétua e, depois, para 18 anos. Fugiu da prisão e seguiu para o exílio, retornando ao Brasil em 1985. Ele afirma: “Eu fui torturado em forma de rodízio, lembro-me bem do cabo Dalmar Caribé, lutador de karatê, que antes de começar a me espancar, fazia até um aquecimento”.

Outros crimes atribuídos ao torturador Dalmar Caribé foram os assassinatos do Capitão Lamarca e Zequinha Barreto, dois importantes lutadores do povo brasileiro contra a ditadura. Junto com o major Nilton Cerqueira, o cabo Caribé matou os dois na região baiana de Brotas de Macaúbas.

Atualmente, Dalmar Caribé atua na difusão do karatê pelo interior da Bahia. Atua na política, sendo filiado ao Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), pelo qual concorreu ao cargo de vereador na cidade de Belmonte (BA) nas eleições de 2008. A coligação em que Caribé se candidatou era formada por PTB, PSDB, PRTB, PHS e PSDC. Também foi Secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente da cidade de Belmonte.

Anúncios

Entry filed under: Notícias. Tags: .

Ato em Solidariedade aos Bombeiros do RJ METROVIÁRIOS MANTÊM GREVE EM DIVERSAS CAPITAIS E SÃO PAULO TAMBÉM JÁ AGENDA PARALISAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • Guilherme Boulos | Precisamos falar de justiça tributária
    Artigo publicado originalmente no site do IREE Vivemos um momento de encruzilhada. Acredito que não podemos mais fugir ou empurrar nossos problemas pra frente. A política de ajuste de Temer é a mesma que fracassa a olhos nus e se refugia no “socorro” do FMI na Argentina de Macri. É preciso apontar os problemas estruturais do […]
  • Nota pública: o Brasil diz não a Temer
    Na última semana o governo Temer completou dois anos de ataques à democracia, à soberania e aos direitos sociais. Sua agenda de retrocessos tem como alvos imediatos os direitos trabalhistas e previdenciários, o patrimônio nacional, a legislação ambiental e a capacidade de atuação do Estado, cuja soma coloca em questão os direitos da pessoa humana, […] […]
  • Projeto do PSOL na Alesp proíbe descarte de resíduos tóxicos na natureza
    A bancada do PSOL na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), composta por Carlos Giannazi, João Paulo Rillo e Raul Marcelo, apresentou nesta quarta-feira (23) projeto de lei que proíbe o descarte de resíduos tóxicos na natureza em território do Estado de São Paulo. A ideia da elaboração desta proposta de lei partiu de um […]
  • Executiva Estadual do PSOL SP aprova entrada do deputado João Paulo Rillo
    A Executiva Estadual do PSOL SP reunida neste sábado, 24.03, na sede do partido aprovou por 13 votos a 1, a entrada do Deputado Estadual João Paulo Rillo no PSOL. Nas redes sociais o deputado Rillo se manifestou em publicação com título Um Novo Caminho, no qual apresenta as razões da saída e um pouco das […]
  • Grande Ato em memória de Marielle Franco nesta terça 20.03 às 17h no Masp
    Marielle vive! Convidamos todas e todos, lutadoras e lutadores para um ato político, cultural e ecumênico na próxima terça, dia 20 de março, no vão livre do MASP – Av.Paulista, a partir das 17h. Será um dia de mobilizações nacionais, para transformar nossa dor e indignação em luta. Não podemos tolerar mais tanta violência. O […]

%d blogueiros gostam disto: