“Memórias de Uma Guerra Suja” mostra como ditadura incinerou inimigos

5 de maio de 2012 at 12:00 pm Deixe um comentário

memorias_guerra_suja_fex

O livro que poderá revelar novas e bombásticas informações sobre o período violento da ditadura (Foto: Reprodução)

Livro de ex-delegado revela que alguns militantes de esquerda foram queimados em uma usina de açúcar, entre os quais Ana Kucinsk e Davi Capistrano, que teria tido uma das mãos arrancada durante a tortura

O ex-delegado do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) Antonio Cláudio Guerra (71) acaba de tornar-se o personagem central de um livro em que confessa vários crimes praticados durante a ditadura brasileira (1964-1985) e revela pela primeira vez como alguns desaparecidos políticos foram mortos e porque seus corpos jamais foram encontrados, em descrições que chegam ao horror total.

Segundo ele, no livro a ser lançado pela editora Topbooks, sob o título “Memórias de uma Guerra Suja”, vários militantes de esquerda foram mortos e incinerados em uma usina de açúcar e álcool, de propriedade do então vice-governador do Rio de Janeiro, Heli Ribeiro. Segundo o jornalista Tales Faria, do iG Brasília, que publicou informações do livro com exclusividade, pelo menos dez presos políticos tiveram seu fim nos fornos da usina:

“- João Batista e Joaquim Pires Cerveira, presos na Argentina pela equipe do delegado Fleury;

– Ana Rosa Kucinsk e Wilson Silva, (“a mulher apresentava marcas de mordidas pelo corpo, talvez por ter sido violentada sexualmente, e o jovem não tinha as unhas da mão direita”);

– David Capistrano (“lhe haviam arrancado a mão direita”), João Massena Mello, José Roman e Luiz Ignácio Maranhão Filho, dirigentes históricos do PCB;

– Fernando Augusto Santa Cruz Oliveira e Eduardo Collier Filho, militantes da Ação Popular Marxista Leninista (APML)”.

Heli Ribeiro Gomes foi vice-governador do Rio de Janeiro (1966-1969) e era dono da Usina de Açúcar e Álcool Cambahyba, localizada no município de Campos (RJ), onde os corpos teriam sido cremados. Já falecido, o político foi homenageado em 2011 por uma escola de samba de Campos (RJ), a ‘Ás de Ouro’, com o samba-enredo “A História de Vida de Heli Ribeiro Gomes – Um Grande Amigo”, na qual, obviamente, foi omitida a participação de Gomes nos crimes praticados na ditadura. O enredo tratou de coisas mais amenas, como o fato dele ser usineiro e de ter fundado o Cambaíba Futebol Clube e a Escola de Samba Unidos de Cambaíba.

“Fleury Capixaba”

O delegado Cláudio Guerra, que se converteu ao cristianismo e tornou-se pastor evangélico da Assembleia de Deus (veja vídeo no final desta matéria) decidiu abrir o jogo e contar tudo o que viu e fez durante a ditadura. Ele era considerado o ‘Fleury Capixaba’, referências ao Espírito Santo, seu Estado natal, e ao temido delegado Sérgio Paranhos Fleury, um dos mais cruéis torturadores e assassinos da ditadura.

O delegado-pastor relata dezenas de episódios ocorridos durante a ditadura, incluindo o desaparecimento dos corpos de opositores do regime, o atentado a bomba ao Riocentro, no Show do 1º de Maio de 1980, do qual participou o cantor Chico Buarque e outras estrelas da MPB que por pouco não foram atingidas, entre outros episódios macabros do regime ditatorial brasileiro. Cláudio Guerra teria participado de cerca de uma centenas de assassinatos durante a ditadura, revela o livro, que promete mudar a configuração das investigações sobre o período militar.

Militares envolvidos

O livro surgiu após depoimentos do ex-delegado, gravados pelos jornalistas Marcelo Netto e Rogério Medeiros, colhidos ao longo de dois anos de entrevistas. Cláudio Guerra garante que muitos corpos de desaparecidos políticos brasileiros “nunca mais serão encontrados”. Segundo ele, a incineração de opositores do regime foi pessoalmente autorizada pelo então chefe da Marinha no Rio de Janeiro, Antonio Vieira, que atuava no CENIMAR (Centro de Informações da Marinha), e pelo coronel da cavalaria do Exército, Freddie Perdigão Pereira, que acumulava funções no SNI (Serviço Nacional de Informações).

(Fato Expresso, com informações do iG , Wikipedia e sites da Internet)

VEJA UM TESTEMUNHO EVANGÉLICO DO EX-DELEGADO E TORTURADOR, CLÁUDIO GUERRA:

Anúncios

Entry filed under: Direitos Humanos. Tags: .

Fórum Social Mundial 2013 será realizado na Tunísia Curso de Formação Política para os pré-candidatos do PSOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: