População se organiza contra megaprojeto de mineração de cobre e ouro

2 de maio de 2012 at 12:00 pm Deixe um comentário

 

Diante da afirmação do presidente Humala sobre a implantação do "Conga", há duas semanas, população se mantém em alerta

Marcio Zonta

Correspondente em Lima (Peru)

A população de Cajamarca, ao oeste do Peru, segue mobilizada há duas semanas contra o megaprojeto de mineração para exploração de cobre e ouro na região, conhecido como Conga. A contaminação e o comprometimento de abastecimento de água à população são as principais razões para os protestos.

cajamarca

Foto: Enrique Viale

Nessa semana, diante das últimas declarações do presidente Ollanta Humala, afirmando que o projeto será implantado, os manifestantes de Cajamarca estão exibindo um vídeo de sua campanha eleitoral em que o então candidato Humala se dizia ser contra o projeto de mineração, a favor da água e não do ouro.

Para afirmar que o Conga vai ser implementado, Humala baseia-se em uma peritagem internacional encomendada pelo seu governo, que conclui que o desaparecimento de lagoas formadas por nascentes não produziria um impacto substancial no meio ambiente e no fornecimento de água na região.

Nessa manhã (27), o presidente regional de Cajamarca, Gregório Santos, disse que os documentos dos peritos internacionais apresentados "são apenas mais um, entre tantos outros, que tentam convencer em prol da aprovação do projeto”.

Em vez disso, Santos cobra do governo peruano mais diálogo e abertura sobre outros estudos realizados pelos peritos regionais. “Solicito ao presidente da República que escute os dirigentes sociais; veja os estudos realizados pelo governo local; e nos inclua nesse debate sobre Conga, que se tem feito com a nossa exclusão.”

Wilfredo Saavedra, dirigente da Frente de Defesa de Cajamarca, que inclue sindicados,  a Igreja Católica, políticos, movimentos sociais e governo local, acusa de tendencioso o documento elaborado pela transnacional Knight Piésold Consultores S.A. “Esses peritos internacionais maquiaram os impactos ambientais e sociais, o que obrigou o governo a retroceder de suas antigas posições.”

Clima tenso

O clima de tensão segue na cidade, que recebeu cerca de 1500 homens da Polícia Nacional peruana nos últimos dias.

A Frente de Defesa de Cajamarca denuncia que a militarização na cidade está sendo coordenada pela empresa estadunidense Yanaconha, responsável pela exploração de Conga.

Luis Argueles, gerente comercial do projeto Conga, confessa que existe comunicação entre a empresa e homens da polícia enviados a Cajamarca. “Estamos em coordenação com as forças de segurança no Peru para proteger nossos equipamentos e nossos trabalhadores que já se encontram no local, nada mais do que isso.”

O ministro da justiça Juan Jimenez pediu as autoridades ponderação, tranquilidade e diálogo com a população em torno da controvérsia sobre o projeto Conga. “Temos que chegar a mente e ao coração da população para ganhar apoio ao projeto, sem imposição ou força violenta.”

O vice-ministro da Agricultura, Juan Rheineck, propôs em reunião na tarde de hoje às lideranças de Cajamarca "um diálogo com a população, para não repetirmos os mesmos erros de outros projetos de mineração que não respeitaram a qualidade de vida das pessoas, o abastecimento de água e resultaram em enorme destruição ambiental”.

Anúncios

Entry filed under: Internacional. Tags: .

INTERSINDICAL- PSOL no 1º de Maio – Dia de luta na Praça da Sé, em SP Decisão do STF garante constitucionalidade de cotas raciais em universidades públicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • PSOL ingressa com ação de inconstitucionalidade da lei anti-pichação de Doria
    PSOL INGRESSA COM AÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI ANTI-PICHAÇÃO DE DÓRIA O PSOL São Paulo ingressou na tarde desta quarta-feira, dia 08 de março, com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça de São Paulo questionando a Lei Municipal n° 16.612/2017, que instituiu o “Programa de Combate às Pichações” na capital. Aprovada pelo […] […]
  • Nota de repúdio à violência policial que reprimiu ato pacífico na USP
    O PSOL repudia a ação da Polícia Militar que reprimiu violentamente uma manifestação pacífica que ocorria hoje, dia 7 de março de 2017, em frente ao prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), em função da pauta bomba que seria discutida no Conselho Universitário (CO). Esta reunião do CO tinha como pauta aprovar […]
  • Projeto de pontos de cultura de São Carlos é interrompido unilateralmente pelo MINC: anúncio de um desmonte estadual em São Paulo
    Por Djalma Nery Com a tendência a entender cultura como entretenimento e eventos pontuais, políticas públicas processuais e de fomento prolongado a determinadas linguagens e manifestações artísticas tem se tornado cada vez mais escassas no orçamento público. As escolhas da atual gestão do Ministério da Cultura apontam para um possível desmonte de políticas p […]
  • A Máquina do Tempo
    Por Manoel Francisco Filho Aprendi com Neil deGrasse Tyson que segundo teoria de Albert Aistein seria possível uma curva no tempo e espaço em algum lugar do Universo, haveria possibilidade de proporcionar um portal para outra dimensão. Nunca fui muito bom em Física, abandonei o curso de Processo de Produção no terceiro semestre, esta ignorância […]
  • Desemprego no Brasil é maior entre negras e negros
    Por Joselicio Junior O estudo feito pelo IBGE, divulgado no último dia 23 de fevereiro, sobre a taxa de desemprego no último trimestre de 2016, demonstram como população negra é a mais atingida nos momentos de crise econômica. Segundo os dados, o ano passado fechou com uma taxa média de desemprego de 12%, porém para […]

%d blogueiros gostam disto: