Peru lembra 20 anos do golpe de Fujimori

7 de abril de 2012 at 1:20 pm Deixe um comentário

Manifestações populares e denúncias de órgãos de direitos humanos marcam a data

Marcio Zonta

correspondente em Lima (Peru)

No dia , 5 de abril, completou-se 20 anos do golpe de Estado imposto por Alberto Fujimori, no Peru. Manifestações na Praça San Martin, no centro de Lima, relembraram os oito anos de duração da imposição política que destituiu o poder judicial, o Congresso da República e as garantias constitucionais com intervenção no Ministério Público e Conselho Nacional de Magistratura.

Para o jornalista Gustavo Goriti, sequestrado na ditadura Fujimori, “o golpe foi um assassinato à democracia, submetendo todos os peruanos a uma situação horrível que deixa marcas até hoje”.

Com instituições públicas debilitadas e uma política econômica orientada por pequenos grupos e cujas violações aos direitos humanos se tornaram uma regra, o jornalista assinala que o regime deixou como herança "uma política econômica com uma forte concentração de riqueza, uma corrupção generalizada, um regime político baseado no clientelismo e o envenenamento dos princípios do país”.

Com os dizeres: “Fujiratos nunca mais”, os manifestantes da Praça San Martin, na maioria jovens, lançaram uma campanha contra a volta da família Fujimori ao poder – com cartazes e fotos de sua filha, Keika Fujimori, que ficou na segunda colocação na ultima eleição presidencial.

Regalias no cárcere

Condenado a 25 anos de prisão por delitos de corrupção e atividade políticas de lesa humanidade, Fujimori vive recluso numa cela exclusiva na sede de Operação Especiais da Polícia Peruana.

Parlamentares e ativistas de direitos humanos denunciam que o ex-ditador tem diversas regalias e deveria ser transferido para outro centro penitenciário. “Todos os presos do país tem que ter um tratamento igualitário, por isso, a situação de Fujimori tem que ser revisada pelo Instituto Nacional Penitenciário (Inpe)”, reclama o congressita Diez Canseco, do Partido Nacionalista Peruano.

Canseco denuncia ainda que “temos relatos de pessoas que não querem se identificar, de bandas musicais, que ingressam para festas noturnas com participação de muitas pessoas de fora sem horário para sair”.

Segundo ele, outro agravante ocorreu no cárcere de Fujimori. “A campanha presidencial de Keiko Fujimori foi manejada muitas vezes de dentro da prisão, com reuniões e organização de material político”.

Para a advogada Gloria Cano, da Associação pelos Direitos Humanos e secretária-executiva da Coordenação Nacional dos Direitos Humanos, “não tem por que existir essa situação de privilégio com conivência da Inpe, pois Fujimori cometeu diversos crimes e todos somos iguais perante a lei”.

Anúncios

Entry filed under: América latina. Tags: .

MST inicia Abril Vermelho na Bahia América Latina é fonte de inspiração para esquerda francesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


RSS PSOL São Paulo

  • Executiva Estadual do PSOL SP aprova entrada do deputado João Paulo Rillo
    A Executiva Estadual do PSOL SP reunida neste sábado, 24.03, na sede do partido aprovou por 13 votos a 1, a entrada do Deputado Estadual João Paulo Rillo no PSOL. Nas redes sociais o deputado Rillo se manifestou em publicação com título Um Novo Caminho, no qual apresenta as razões da saída e um pouco das […]
  • Grande Ato em memória de Marielle Franco nesta terça 20.03 às 17h no Masp
    Marielle vive! Convidamos todas e todos, lutadoras e lutadores para um ato político, cultural e ecumênico na próxima terça, dia 20 de março, no vão livre do MASP – Av.Paulista, a partir das 17h. Será um dia de mobilizações nacionais, para transformar nossa dor e indignação em luta. Não podemos tolerar mais tanta violência. O […]
  • Atos em memória de Marielle Franco pelo estado de São Paulo
    A onda de mobilizações e indignação que tomou conta do Brasil desde ontem, contra o brutal e covarde execução da vereadora do Rio Marielle Franco do PSOL, que além de ser mulher negra, favelada, lésbica e mãe, também fazia de sua atuação uma trincheira de defesa dos direitos, de denúncia dos abusos policiais, da violência […]
  • PSOL SP convoca ato: contra o genocídio, Marielle presente!
    O PSOL SP está em choque com a notícia do assassinato da companheira Marielle Franco. Uma das vereadoras cariocas mais votadas, eleita em 2016, mulher, negra,moradora de favela, ativista dos Direitos Humanos, orgulho do PSOL. Lamentamos também a morte do camarada Anderson Pedro Gomes, que estava dirigindo o carro que foi brutalmente atacado. Transformaremos […]
  • Pela vida das mulheres: direitos e democracia! Dória sai, fica aposentadoria!
    Por Laura Cymbalista e Maria Aparecida Freitas Sales, educadoras da rede municipal de São Paulo e diretoras do SINPEEM. Em greve desde 08 de março! No último 08 de março ocupamos às ruas para combater o machismo, o racismo e a violência. Ocupamos para dizer que nossas vidas e nossos corpos não tem dono. Nem patrões, […]

%d blogueiros gostam disto: